[Poema de Firmino Mendes em 15.10.1989]

Era uma vez um peixinho
Que andava há muito no mar.
Nadava muito depressa,
Sempre à espera de chegar.

 

Um dia, chegou à terra
E viu uma praia linda:
Viu pessoas, viu crianças
E muitos bebés, ainda.

 

Alguns andavam nas ondas
A mergulhar e a nadar
E o peixinho adorava
Vê-los assim a brincar.

 

Pediu à Fada Rainha
Que lhe fizesse um favor:
Queria ser uma menina,
Sentir o frio e o calor.

 

E então a Fada Rainha,
Com a vara de condão,
Adormeceu o peixinho
E segurou-o na mão.

 

Foi com ele pelo ar
E entrou numa casinha.
Transformou-o em menina,
Deitou-a numa caminha.

 

Hoje lá anda a menina
A correr e a saltar
Mas não se lembra que há anos
Era peixinho do mar!

  
 

Login Form